Campanha contra o mosquito Aedes Aegypti

por Câmara Municipal de Estância Velha publicado 19/03/2019 14h20, última modificação 19/03/2019 15h02
Para combater a proliferação do mosquito, basta ter alguns cuidados básicos dentro de casa, como: tapar tonéis e caixas, escovar baldes e potes de cachorros, pelo menos uma vez por semana, deixar garrafas viradas com a boca para baixo, preencher pratos de vasos de plantas com areia, manter as calhas limpas, fazer furos nos pneus velhos, entre outros.

O primeiro Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) do ano foi realizado pelo Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) de Estância Velha, entre os dias 18 a 22 de fevereiro. O trabalho consistiu em visitar 20% dos imóveis de todos os bairros. Quem faz a vistoria são os agentes de endemias e as agentes de saúde. Foram vistoriados 886 locais. Deste número, 74 tinham focos, ou seja, água parada com larvas. O próximo passo vai ser visitar todos os locais novamente e caso não tenham sido eliminados os criadouros, os proprietários serão notificados.

Na análise feita, foi considerado que 57 destas amostras eram de Aedes aegypti. De acordo com a agente de endemias, Daiane Severo, o índice do município é considerado alto pelo Ministério da Saúde. “Em todos os bairros existe a circulação deste mosquito perigoso, causador de diversas doenças como Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela”, acrescentou.

De três em três meses é feito este trabalho no município, totalizando quatro por ano. O objetivo das visitas é procurar larvas do mosquito Aedes aegypti não só nas residências, mas também em terrenos baldios, praças e fundos de comércios. Os principais criadouros continuam sendo pratos de plantas, potes, latas, baldes, pneus, tonéis, piscina de plástico, bebedouros de animais, bromélias, entulhos e sucatas em geral.

Para combater a proliferação do mosquito, basta ter alguns cuidados básicos dentro de casa, como: tapar tonéis e caixas, escovar baldes e potes de cachorros, pelo menos uma vez por semana, deixar garrafas viradas com a boca para baixo, preencher pratos de vasos de plantas com areia, manter as calhas limpas, fazer furos nos pneus velhos, entre outros.


Fonte: Departamento  de Comunicação EV

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados